Anuncie Barato!
Colabore e Participe de Premiações!!

É possível substituir um note/netbook por um tablet?

Hugo 5 de Setembro de 2011
É possível substituir um note/netbook por um tablet?

Esse artigo pode estar desatualizado . É importante antes de ler esse artigo tomar algumas notas, recomendamos esses artigos, que estão mais atualizados e foram feitos para tirar todas as dúvidas sobre o Custo/Beneficio dos Tablets na Data atual:

  1. E afinal de contas o que é um tablet?

  2. 7 Dicas de como avaliar um tablet

  3. Tablet Custo x Benefício

  4. Como escolher um Tablet Custo x Benefício

  5. É possível substituir um notebook por um tablet?

Baseados nas minhas recentes aventuras com meu Galaxy Tab, vou tentar expor algumas dificuldades e os triunfos de substituir um note/netbook por um tablet, nas funções cotidianas. Se você pretender substituir funções avançadas realizadas em um dispositivo windows/linux/mac, já sabe qual a resposta né? Basicamente tem-se que perceber que os tablets, mesmos os mais avançados, não tem tanta robustez que um netbook por exemplo, agora imagine um notebook. Então quero apenas clarificar as idéias de quem quer um tablet pra as tarefas simples do dia a dia, e tem medo se o mesmo será capaz de realizá-las.

Recomendo alguns artigos para maior compreenção deste:

  1. 7 Dicas de como avaliar um tablet
  2. Como escolher um Tablet Custo x Benefício
  3. Word, Excel, Power Point – MS Office no seu tablet
  4. Perfil dos Usuários de Tablet
  5. Tablet Custo x Benefício

Bom, antes de expor a história em si, vou falar das minhas motivações. Sou professor em uma faculdade, e portanto sempre necessitei trabalhar com um notebook de um lado, e um datashow de outro. Por vários anos assim foi, até que no ano passado resolvi arriscar com um netbook. Apesar dos medos de que o netbook não serio robusto o suficiente para reproduzir meus videos (e eu uso muitos videos!) sem aquelas engasgadas, o meu netbook Philco com processador Atom N450 deu conta do recado e por 1 ano o utilizei dessa forma. Esse ano, após muito pensar e muito refletir, resolvi arriscar a minha saga com um tablet.

Primeiro ponto, qual tablet escolher? Bem, na minha cabeça existiam 4 opções viáveis (por preço e por robustez do sistema): Asus Transformer, Samsung Galaxy Tab 7′, Motorola Xoom e Apple Ipad. O primeiro desqualificado foi o Ipad, principalmente pelo sistema que não me agrada (motivos pessoais e até mesmo embasados), segundo pelo preço dos acessórios originais e finalmente pelo deficiente suporte a flash. O Asus transformer sempre me cativou, mas é bem complicado encontrar dados sobre ele (principalmente a 4 meses atrás) e vê-lo em uma loja na minha cidade foi impossível, então também não rolou. ao observar em uma loja o Gtab e o Xoom, cuidadosamente, minha mente foi a mil. O Xoom realmente é mais bonito e robusto, sem falar no Android Honeycomb, porém uma coisa foi determinante na minha escolha pelo Samsung Galaxy tab: a tv digital (disponível no modelo P1000 somente, o P1010 não tem 3g nem tv). Mas não se engane, a qualidade da imagem não é tão boa assim, porém como eu queria ter como ver jogos enquanto estivesse na faculdade isso foi realmente decisivo.

Já na sala de aula, apanhei muito para me adaptar.

Primeiro ponto: projeção

Tenho um projetor Epson S5+ que não é nem de longe um projetor de última geração, nem hdmi tem. Sendo assim comprei um cabo tv/out original da samsung e foi batata, o mesmo projeta totalmente o que aparece na tela do tablet, quando orientado verticalmente fica meio estranho, mas quando na horizontal fica perfeito. Mas, aí veio outra questão. O Gtab tem uma saída somente, portante não era possível carregar o mesmo e projetá-lo ao mesmo tempo, como seria necessario quando a bateria estivesse acabando. Assim tive que durante algum tempo carregá-lo todos os dias para não correr risco da bateria acabar comigo no meio de uma aula. Desesperado por uma solução, encontrei um cabo que seria a minha salvação em um conhecido site de gadgets da china, um cabo que tem usb e tv/out juntos (veja figura ao lado). Comprei o cabo pelo site, e 20 dias depois voilá, cá estava eu projetando minhas aulas e carregando o tablet ao mesmo tempo. Problemas físicos solucionados.

Segundo ponto: software

Antes de comprar meu tablet, dei uma boa pesquisada na internet sobre principalmente os apps que visualizam e editam arquivos do office do windows. Também me preocupei com os apps de video (que reconhecessem vários codecs) e se o hardware do tablet seria capaz de rodar esses apps sem travar. Mas não havia certezas, o jeito era arriscar. Logo após comprar o meu tablet testei vários apps de office e players de video, e encontrei os meus favoritos que cumprem bem o papel do que eu preciso. Primeiro posso indicar os ótimos Thinkfree (pago porém vem padrão no Samsung Galaxy) e o Documents do to (pago) como os principais aplicativos office para android (veja no fim do artigo os links para download). Infelizmente, existem muitas diferenças entre todos aplicativos com essa função, principalmente em relação a comandos (cada um encontrou uma solução diferente para a falta to botão esquerdo do mouse) e visualização. De todos que eu testei, apenas o Thinkfree consegue realmente editar arquivos do powerpoint, os outros apenas editam os textos, e ainda não consegui um app office que ao visualizar arquivos do powerpoint, apresentasse as animações de arquivos gif. Para players de video, a saga foi igualmente longa, após vários testes com resultados que variam da dessincronia de video com audio ao não reconhecimento de codecs e legendas, posso indicar os ótimos MoboPlayer (grátis) e QQplayer (grátis). Outros aplicativos auxiliam bastante a praticidade do tablet, como o Tapatalk (pago) que é um aplicativo para acesso a fóruns e o Camscanner (grátis com limitações) que transforma a câmera do tablet em um scanner portátil.

Conclusão

Agora, 4 meses após o início da minha saga, estou satisfeito com o resultado e a perfomance do tablet. Alguns fatores precisam ainda ser avaliados caso deseje entrar em uma jornada como a minha. O primeiro e mais importante talvez seja o quanto quer gastar. Quem não quer gastar um pouco mais e pretende comprar um tablet de baixo custo provavelmente não conseguirá fazer essa substituição com muito sucesso, salvo as excessões dos que desejam apenas um navegador de internet móvel, que não estariam preocupados realmente com essa substituição. Para o uso de videos e programas de produção básicos (como office e edição básica de fotos) são necessários requisitos mínimos de hardware, e esses tablets chingling não seriam capazes, realmente.

Outra questão igualmente importante é o quanto será necessário digitar no seu novo tablet. Se você eventualmente tiver que digitar muitos emails, ou redigir textos complexos e longos, o tablet pode não ser uma boa idéia. Sei que encontrarei resistencia nesse aspecto, mas digitar na tela touchscreen é um saco! Dá bem pra quebrar um galho para digitar notas ou emails curtos, mas imagino que digitar muita coisa com ele é insuportável. Esse ponto não é realmente importante pois existem vários teclados sem fio disponíveis para os tablets, inclusive para o Samsung Gtab.

O bom senso é fundamental a cada um que desejar fazer essa troca. Deve-se ponderar sobre o consumo de energia, a capacidade de processamento com relação ao que deseja fazer, e necessidade de mobilidade. É possível substituir um note/netbook por um tablet, desde que suas necessidades se adequem a esse tablet. E você, quais suas experiências?

Aplicativos sugeridos

 

 

 

 

 

 



221 Comentários »

  1. Anónimo at - Reply
  2. Anónimo at - Reply
  3. Anónimo at - Reply
  4. Anónimo at - Reply
  5. Anónimo at - Reply
  6. Anónimo at - Reply
  7. Anónimo at - Reply
  8. Anónimo at - Reply
  9. Anónimo at - Reply
  10. Anónimo at - Reply
  11. Anónimo at - Reply
  12. Anónimo at - Reply
  13. Anónimo at - Reply
  14. Anónimo at - Reply
  15. Anónimo at - Reply
    • Anónimo at - Reply
      • Anónimo at - Reply
        • Anónimo at - Reply
          • Anónimo at -
          • Anónimo at -
  16. Anónimo at - Reply
  17. Anónimo at - Reply
  18. Anónimo at - Reply
  19. Anónimo at - Reply
  20. Anónimo at - Reply
  21. Anónimo at - Reply
  22. Anónimo at - Reply
  23. Anónimo at - Reply
  24. Anónimo at - Reply
  25. Anónimo at - Reply
  26. Anónimo at - Reply
  27. Anónimo at - Reply
  28. Anónimo at - Reply
  29. Anónimo at - Reply
  30. Anónimo at - Reply
  31. Anónimo at - Reply
  32. Anónimo at - Reply
  33. Anónimo at - Reply
  34. Anónimo at - Reply
  35. Anónimo at - Reply
  36. Anónimo at - Reply
  37. Anónimo at - Reply
    • Anónimo at - Reply
    • Anónimo at - Reply
      • Anónimo at - Reply
        • Anónimo at - Reply
          • Anónimo at -
          • Anónimo at -
  38. Anónimo at - Reply
  39. Anónimo at - Reply
  40. Anónimo at - Reply
  41. Anónimo at - Reply
  42. Anónimo at - Reply
  43. Anónimo at - Reply
  44. Anónimo at - Reply
  45. Anónimo at - Reply
  46. Anónimo at - Reply
  47. Anónimo at - Reply
  48. Anónimo at - Reply
  49. Anónimo at - Reply
  50. Anónimo at - Reply
  51. Anónimo at - Reply
  52. Anónimo at - Reply
  53. Anónimo at - Reply
  54. Anónimo at - Reply
  55. Anónimo at - Reply
  56. Anónimo at - Reply
  57. Anónimo at - Reply
  58. Anónimo at - Reply
  59. Anónimo at - Reply
  60. Anónimo at - Reply
  61. Anónimo at - Reply
  62. Anónimo at - Reply
  63. Anónimo at - Reply
  64. Anónimo at - Reply
  65. Anónimo at - Reply
  66. Anónimo at - Reply
  67. Anónimo at - Reply
  68. Anónimo at - Reply
  69. Anónimo at - Reply
    • Anónimo at - Reply
      • Anónimo at - Reply
        • Anónimo at - Reply
          • Anónimo at -
          • Anónimo at -
  70. Anónimo at - Reply
  71. Anónimo at - Reply
  72. Anónimo at - Reply
  73. Anónimo at - Reply
  74. Anónimo at - Reply
  75. Anónimo at - Reply
  76. Anónimo at - Reply
  77. Anónimo at - Reply
  78. Anónimo at - Reply
  79. Anónimo at - Reply
  80. Anónimo at - Reply
  81. Anónimo at - Reply
  82. Anónimo at - Reply
  83. Anónimo at - Reply
  84. Anónimo at - Reply
  85. Anónimo at - Reply
  86. Anónimo at - Reply
  87. Anónimo at - Reply
  88. Anónimo at - Reply
  89. Anónimo at - Reply

Deixe uma resposta »