Anuncie Barato!


Coreia do Norte tem seu próprio tablet

Fred Dutra 31 de Julho de 2012
Coreia do Norte tem seu próprio tablet

Cada vez mais consumidores estão aderindo aos tablets, e o equipamento promete ser o grande destaque de vendas de produtos tecnológicos deste ano. Além disso, a cada dia novos equipamentos são lançados no mercado e a opções de dispositivos são as mais diversas.

Ainda que no Brasil haja muita crítica com relação as opções de equipamentos e principalmente com relação ao preço, saiba que alguns mercados não possuem nenhuma opção de tablet, ou melhor, não possuíam. É o caso da Coreia do Norte, que graças ao regime comunista impede a comercialização de tais produtos e equipamentos.

Porém, nem tudo está perdido para os usuários norte-coreanos, e a alternativa encontrada para permitir a inclusão do tablet foi dada pelo próprio governo, que passou a produzir o dispositivo. Isso mesmo, o governo coreano resolveu aderir as vantagens e recursos do tablet produzindo o seu próprio tablet.

Com a proibição de outros modelos de tablet o governo coreano resolveu aderir ao uso do equipamento desde que seja produzido por ele. O tablet chamado de Achim, ou “manhã” em tradução livre do idioma, possui tela de 7 polegadas e já caiu no gosto de estudantes e até professores.

O aparelho é fabricado por uma companhia estatal e possui 300 gramas, além de suporte para idiomas coreano, inglês e russo e autonomia de bateria por até 5 horas. Quanto ao sistema operacional não espere nenhuma versão atual do Android, nem antiga, ou o iOS. Apesar de não divulgar qual sistema operacional, é provável que seja uma variação do Linux, o Red Star, presente em outros equipamentos eletrônicos na Coreia.

Segundo sites especializados, o conteúdo do tablet é de cunho educacional com artigos científicos, dicionários e materiais escolares.



Deixe uma resposta »